Sem Desperdício!: Dica de Cinema: A Forma da Água

Dica de Cinema: A Forma da Água

Recentemente, o Shopping Iguatemi Campinas promoveu duas sessões especiais para o público de Campinas com filmes - até então - indicados ao Oscar 2018. 

Eu fui conferir "A Forma da Água", que felizmente ganhou o Oscar de melhor filme, e venho contar um pouco mais para vocês.

Dica de Cinema: A Forma da Água

Sinopse

Na década de 60, em meio aos grandes conflitos políticos e transformações sociais dos Estados Unidos da Guerra Fria, a muda Elisa (interpretada por Sally Hawkins), é uma zeladora de um laboratório experimental secreto do governo. Ela se afeiçoa a uma criatura fantástica mantida presa e maltratada no local. Para executar um arriscado e apaixonado resgate, ela recorre ao melhor amigo Giles (interpretado por Richard Jenkins) e à colega de turno Zelda (interpretada por Octavia Spencer).


Minha Opinião

Um romance dos mais dignos e lindos de se ver! Singelo e inteligente, além de ter uma fotografia maravilhosa e uma trilha sonora incrível.

A história começa nos apresentando Elisa, uma garota muda que foi encontrada abandonada na beira de um rio. Ela mora sozinha e tem na sua rotina diária um pouco de distração. Seu melhor amigo é seu vizinho, um senhor ilustrador super inteligente que sofre na vida profissional com o passar dos anos.


Elisa é faxineira no período noturno em um laboratório do governo e conta com a ajuda da colega de trabalho Zelda no seu dia a dia. 

A rotina de Elisa muda quando uma criatura aquática chega ao laboratório e ela se encanta. Apesar de todos os indícios de que a criatura seria violenta e instável, Elisa consegue manter uma comunicação notável e se apaixona.


Destaque fica com o chefe da segurança do laboratório, Richard, que age com violência e soberba em todas as cenas, trazendo então à forma de vilão de uma maneira diferenciada.

Também adorei a participação do Doutor Robert Hoffstetler, um apaixonado pela ciência acima de tudo! Por mais pessoas assim no mundo.


PS: a participação da linda Carmen Miranda e sua canção brasileira é um adendo especial para todos os brasileiros. Orgulho define!

PS2: o filme foi acusado de plágio do tradicional "Splash, uma sereia em minha vida". Apesar de algumas cenas parecidas - afinal ambos tratam de criaturas da água e estudos laboratoriais - eu digo que "A Forma da Água" é bem mais romântico e sutil do que o clássico da sessão da tarde. Se você tem dúvidas, assista e diga sua opinião! Afinal, o que eu mais vi foi gente criticando sem ter assistido ao filme.

PS3: não é um filme de sessão da tarde! A classificação indicativa é 16 anos e há cenas de masturbação feminina e sexo.

Confira o trailer!


Comentários do Facebook
0 Comentários do Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E aí você curtiu o post? Dê sua opinião!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *