Sem Desperdício!: Aprenda a preparar um bom churrasco

Aprenda a preparar um bom churrasco


Churrasco é uma paixão do brasileiro e sempre uma boa opção para celebrar datas especiais. 

Estudiosa do assunto, Josiane Oliveira da loja Prezunic Botafogo, garante que até mesmo quem nunca preparou um churrasco é capaz de fazer bonito. “Para quem não tem prática, damos orientações básicas, que garantem um churrasco bem feito, sem riscos. Já para aqueles que têm alguma noção, podemos ir um pouco mais além, indicando novos tipos de carne e opções de tempero mais elaboradas”, explica Josiane.

Confira as dicas para a preparação de um churrasco básico:

1 – Escolha a carne e a quantidade certa

Há opções para todos os gostos e bolsos. A alcatra e a picanha são as carnes mais indicadas. O contrafilé é uma opção mais em conta, que também dá um bom resultado. Para quem não quer ter muito trabalho, o Prezunic também oferece bandejas com os pedaços já cortados, prontos para serem temperados e irem à churrasqueira, proporcionando maior comodidade e praticidade. Em média, cada pessoa consome cerca de 400g de carne num churrasco convencional. A quantidade máxima a ser assada por vez não deve ultrapassar 1 kg. Além da carne bovina, o consumidor também pode adquirir opções como linguiça de porco ou frango, coração de galinha e os drumets, também conhecidos como “coxinhas de asa”.

2 - Acenda a churrasqueira de primeira

Para muita gente, a parte mais difícil é acender a churrasqueira. Josiane dá a dica: “Espalhe o carvão de modo uniforme e deixe um pequeno espaço vazio no centro. Encha esse local com chumaços de papel higiênico embebidos em óleo de cozinha já usado. Cubra com um pouco de carvão e, pronto: basta acender”, orienta a especialista.

3 – Acerte no tempero e acompanhamentos

O segredo de um bom tempero para o churrasco é simples: sal grosso. “Se a pessoa não está acostumada a preparar um churrasco, é bom não arriscar. O sal grosso é suficiente para realçar o sabor e garantir o sucesso”, diz Josiane.
O tradicional pão de alho é um bom complemento, aumentando o custo-benefício. Uma farofa, que pode ser comprada pronta, completa as opções.
Outras carnes, como coração da alcatra, maminha e fraldinha também são bastante populares. Cortes maturados são indicados para quem procura mais maciez.

4 - Bebidas para acompanhar

Além da tradicional cerveja e daquela caipirinha, vinhos também podem ser uma ótima opção para acompanhar o churrasco. De acordo com o sommelier do Prezunic, Jean Krause, devido à sua estrutura em cortes, carnes vermelhas utilizadas em churrascos pedem uma bebida com estrutura e sabor marcantes.
Para as carnes com mais capa de gordura, Jean sugere um bom tinto espanhol, como o Chatel Crianza, ou o chileno Autoritas Reserva Cabernet Sauvignon. Já as carnes brancas pedem vinhos mais delicados e com maior maciez. São os casos do chileno Santa Rita 120 Merlot ou do vinho branco português Adega Mãe Viosinho. 

Comentários do facebook
1 Comentários do Blogger

Um comentário:

E aí você curtiu o post? Dê sua opinião!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *