Sem Desperdício!: Saúde: Como se prevenir da dor de Câimbras

Saúde: Como se prevenir da dor de Câimbras


Dolorosas e inesperadas, as contrações musculares involuntárias, conhecidas como câimbras, não escolhem faixa etária ou gênero para incomodar. Segundo o Dr. Eduardo Rauen, membro da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (SBED), da Sociedade Brasileira de Anestesiologia (SBA) e da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN), pelo menos 95% das pessoas experimentarão esta sensação dolorosa em algum momento de sua vida.

No entanto, segundo dr. Eduardo, há variáveis que tornam certas pessoas mais suscetíveis ao quadro: a mais comum e popularmente conhecida é o excesso de atividades físicas sem o devido descanso muscular, além da desidratação do músculo. Outras possíveis causas são a falta de magnésio e cálcio, além do uso de medicamentos como diuréticos, remédios anti-hipertensivos e contra colesterol.

Embora afete todas as idades, as câimbras, principalmente à noite, se tornam mais comum a partir dos 50 anos, quando aumenta a fadiga muscular e o uso de medicamentos que impulsionam a frequência da dor. Como formas de prevenção, o Dr. Rauen indica manter a hidratação em dia, descanso muscular regular e, em caso de pacientes que não praticam atividades físicas, fazer um alongamento antes de dormir.

“Uma das indicações é comer bananas, não pelo potássio, como é dito popularmente, pois a substância está ligada ao relaxamento muscular; mas pela glicose, que ajuda na nutrição dos músculos e, consequentemente, combate os episódios dolorosos”, esclarece.

No momento específico da dor, porém, alguns métodos são recomendados para aliviar um pouco o sofrimento. Não adianta apenas relaxar o músculo para interromper a contração, pois ela se caracteriza exatamente por ser involuntária. O ideal é fazer um alongamento no local com o movimento contrário ao da contração.

“É indicado, ainda, fazer uma compressa morna, de água quente, e uma massagem suave no local da contração, que contribui ao relaxamento do músculo. O principal é alongar o membro acometido” explica Dr. Eduardo.

Por fim, Eduardo Rauen ainda cita outras condições que podem aumentar o risco de se apresentar câimbras, como a gravidez, que força músculos até então não muito utilizados pela mulher, pacientes sob o tratamento de hemodiálise e condições externas como as baixas temperaturas, que podem aumentar a sua frequência. 

Comentários do facebook
5 Comentários do Blogger

5 comentários:

  1. Sempre como banana, eu prático atividade física e ela ajuda muito a prevenir como você mesmo disse
    Beijos

    Blog Segredos da Cáh
    Instagram
    Facebook
    Canal do You Tube

    ResponderExcluir
  2. Que legal saber disso, eu já tive mts, hoje em dia nao .. só se for na praia, aí é braba kkk

    Blog: www.iathilamarques.com.br/
    Instagram: instagram.com/iathilamarques
    Fanpage: https://www.facebook.com/MakesAfinsByIathilaMarques

    ResponderExcluir
  3. Quase nunca tenho, mas adorei as dicas, vou passar para minha mãe que anda reclamando muito disso.
    Odeio banana, então essa parte vou pular kkk

    Beijo
    www.luannaravanelli.com.br

    ResponderExcluir
  4. adorei as dicas,bom saber que agua quente ajuda... tenho muitas :(

    feliz dia amigo bjs

    http://christine-blogdosligados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu sempre tenho e é horrível. O médico me indicou a fazer caminhadas, comer alguns alimentos específicos, dentre eles a banana. Ótimo post.
    Beijos

    www.baudasresenhas.com.br

    ResponderExcluir

E aí você curtiu o post? Dê sua opinião!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *