Sem Desperdício!: Saúde: Você sabe tudo sobre higiene íntima?

Saúde: Você sabe tudo sobre higiene íntima?



A saúde íntima da mulher é reflexo do conhecimento que ela possui sobre o próprio corpo. Então, estar bem informada é indispensável para sentir-se mais segura e confiante no dia a dia. Por isso, visitar o ginecologista pelo menos uma vez ao ano é essencial. A especialista ginecologista, professora da EPM - UNIFESP* e membro da FEBRASGO*, Prof. Dra. Zsuzsanna Di Bella, responde algumas das principais perguntas que surgem em seu consultório. Veja abaixo quais cuidados devem ou não ser adotados no seu dia-a-dia.

Ter secreção é natural.
Sim. A própria vagina e o colo do útero produzem fluidos considerados como secreção natural da mulher. Mas atenção: só é normal desde que seja incolor, branco-amarelado, sem odor acentuado e que não cause coceira ou ardência. Caso contrário pode ser sinal de inflamação ou infecção. Notando alguma alteração, procure o seu ginecologista.

Os cuidados com a higiene íntima devem ser redobrados durante a menstruação.
Verdade. Carregar lenço umedecido na bolsa, para uma possível emergência, e trocar o absorvente a cada quatro horas, mesmo em dias de menor fluxo menstrual, para evitar a proliferação de microrganismos são cuidados importantes para o período menstrual.

Usar lenço umedecido para se limpar é melhor do que papel higiênico.
Verdade. Limpar a vagina com lenços umedecidos ao invés de papel higiênico evita que possíveis resíduos fiquem na área íntima, porém é importante secar a região suavemente.

Utilizar protetor diário pode desencadear infecções.
Não. Existem modelos diferentes de protetores higiênicos, entre eles produtos adequados para o uso diário, que são feitos com material respirável, que não abafam e nem alteram a condição natural da região íntima. Sendo assim, se usado da maneira correta, seu efeito é justamente o contrário: ele ajuda a prevenir possíveis infecções normalmente causadas pela umidade que pode ficar na calcinha, pois absorve a transpiração diária natural e neutraliza possíveis odores da área íntima.

É permitido o uso de sabonetes específicos para a região.
Sim. Os sabonetes íntimos podem ser usados diariamente. A principal diferença dos sabonetes íntimos em relação aos outros sabonetes está no pH. Os sabonetes comuns têm o pH mais alcalino e podem agredir a camada protetora da pele, causando irritações, enquanto os sabonetes líquidos íntimos têm o pH ácido, entre 3 e 5, o que para a região íntima é considerado ideal, pois preserva a proteção natural da pele.

* EPM- UNIFESP: Escola Paulista de Medicina – Universidade Federal de São Paulo
FEBRASGO: Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia

Comentários do facebook
1 Comentários do Blogger

Um comentário:

  1. Adorei o post, uma forma legal de chamar a atenção de nós mulheres para um assunto muito importante que é a higiene intima!!
    beijos linda!

    oxemeniinaa.blogspot.com

    ResponderExcluir

E aí você curtiu o post? Dê sua opinião!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *