Sem Desperdício!: Especial Dia dos Pais: Que tipo de pai você é?

Especial Dia dos Pais: Que tipo de pai você é?

A escritora Esther Guimarães fala dos tipos de pais que possuem uma coisa em comum: o amor por seus filhos


Em agosto comemora-se o dia dos pais. Como em todas as datas comemorativas, o comércio investe muito em mídias que mostram pais e filhos vivendo harmonicamente, como realmente deve ser, onde os filhos presenteiam seus pais com vários itens que geralmente estão em promoção de forma que essa data ganhe um brilho mais especial, que é o que de fato acontece na maioria das vezes. Mas em tudo na vida existe um "porém". Nesse caso, essa pequena palavra também se enquadra nesse contexto e vou explicar o porquê. Escrevo dessa forma para que todos possam compreender melhor os diversos tipos de pais existentes em nossa sociedade, pois cada um deles possui suas peculiaridades, mas são todos muito reais.



Vou falar primeiro daqueles pais, que saem de casa para enfrentar o dia de trabalho antes de seus filhos acordarem e ao retornarem para seus lares encontram os mesmos dormindo novamente, ou seja, não chegam a ver nenhuma peraltice deles, mas mesmo assim vão até eles com um carinho muito especial, dão um beijo de boa noite, daqueles bem de levezinho, que muitas vezes não é nem sentido, mas sempre mostrando que seu amor é paciente e capaz de esperar o fim de semana para se sentirem crianças de novo ao brincar com seus filhos.


Agora vou falar dos pais que vivem longe de seus filhos a espera do dia marcado, seja pela justiça ou pela ex-mulher, para reencontrá-los e quando esse dia chega eles aproveitam ao máximo o tempo que têm dando e recebendo muito amor e carinho.


E aqueles que saem cedo de casa para trabalhar e só têm tempo de dar um beijo em seus filhos antes de saírem, e ao chegarem em seus lares cansados não se negam às brincadeiras, mesmo quando chegam correndo e pulando em seus colos sem perceberem seu cansaço e os envolvem de tal forma que parecem possuir o poder de revigorar a energia dos seus amados pais.

Também vou falar dos pais que têm filhos fora do casamento e vivem afastados, seja porque os mantém em segredo ou por que não querem reconhecer suas paternidades. Esses fatos não são relevantes quando falamos de amor paterno, pois mesmo escondendo ou negando suas paternidades eles amam sim seus filhos do jeito deles. Acreditem que eles os amam sim!





Não podemos esquecer os pais que viajam a trabalho deixando seus filhos, pois não podem levá-los. A única coisa que levam com eles é a saudades e o desejo de voltar para casa e reencontrar os mesmos.

Bem esses são só alguns dos diversos tipos de pais que citei, mas existem muitos outros que também dedico essa mensagem com muito carinho.


Diante dessa data o que tenho a dizer para todos os filhos é que amem seus pais, e principalmente, tenham em mente que eles possuem dois papeis em nossas vidas. Os nossos pais são os heróis quando permitem, quando aceitam, enfim, quando a balança pende para o nosso lado, e ao mesmo tempo são os vilões quando abrem a boca e dizem não ou criticam alguma atitude nossa. Pois são essas duas faces dos pais que os tornam tão especiais e é por isso que estou desejando um feliz dia dos pais a todos os pais não só do Brasil, mas do mundo, sem restrições de classe social, raça, credo e posição socioeconômica.

Artigo escrito por Esther Guimarães, apresentadora e escritora



Comentários do Facebook
0 Comentários do Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E aí você curtiu o post? Dê sua opinião!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *