Sem Desperdício!: Beleza: Noivas investem em cirurgias plásticas e procedimentos minimamente invasivos para o grande dia

Beleza: Noivas investem em cirurgias plásticas e procedimentos minimamente invasivos para o grande dia

Segundo pesquisas uma a cada dez mulheres decide aplicar toxina botulínica ou recorre a uma cirurgia plástica antes de subir ao altar. Entre os tratamentos mais comuns pré-casamento, estão a lipoaspiração e o implante de silicone nos seios. Tudo isso para que se sintam ainda mais bonitas neste momento tão especial.

“Assim como os preparativos para a cerimônia e festa, quando a noiva tem interesse em fazer um procedimento cirúrgico, ela precisa se programar. Escolher um médico que seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, fazer os exames solicitados e seguir as recomendações no pós-operatório. Tudo isso, somado a uma boa alimentação e exercícios físicos, fará com que os resultados fiquem ainda melhores”, explica o cirurgião plástico Dr. Pablo Rassi Florêncio, Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

”O momento adequado para se submeter aos procedimentos cirúrgicos varia de acordo com o procedimento a ser realizado. Para rinoplastia o ideal seria programar a cirurgia para 8 a 12 meses antes, para redução mamária cerca de 6 meses e para cirurgia de implante de prótese de mama, lipoescultura, otoplastia e outras cirurgias menores cerca de 3 a 6 meses”, explica Dr. Pablo Rassi Florêncio.
Já os procedimentos minimamente invasivos, como toxina botulínica, preenchimento, peeling ou mesmo laser CO2 Fracionado, podem ser marcados mais próximos do casamento.
Procedimentos

Laser CO2 Fracionado: trata problemas de pele, como rugas, cicatrizes de acne, manchas de envelhecimento, olheiras e flacidez cutânea. “A cicatrização é outra vantagem do CO2, pois ocorre de maneira mais rápida e, por atingir áreas mais profundas da pele, o resultado é mais duradouro. Logo após a aplicação, a pele fica um pouco avermelhada por aproximadamente uma semana, mas os resultados podem ser observados com duas a três sessões, com intervalos de 30-50 dias”, afirma Dr. Pablo Rassi Florêncio.

Preenchimento: É uma técnica de rejuvenescimento em que substâncias biocompatíveis, ou seja, reabsorvidas pelo organismo com o passar dos meses para evitar sequelas, são injetadas na pele para preencher o sulco órbito-malar, rugas ou aumentar partes do rosto, como o contorno maxilar e os lábios.



Toxina Botulínica: trata as rugas dinâmicas ou de expressão provocadas pela contração muscular da mímica facial, que leva, ao longo do tempo, à formação de vincos permanentes na pele. “A toxina botulínica atua impedindo a contração dos músculos faciais que dão origem às rugas. Com a interrupção da contração, ocorre o relaxamento muscular e as rugas se atenuam. Normalmente são mais utilizadas na região frontal (testa), entre os supercílios, levantar a sobrancelha e para tratar os ‘pés de galinha’”, explica o cirurgião plástico.

Peelings: são procedimentos que utilizam diversos tipos de ácidos de acordo com o resultado que se deseja obter, podendo ser superficiais, médios ou profundos. Segundo o Dr. Pablo Rassi Florêncio, os peelings melhoram a textura da pele, clareiam manchas e atenuam rugas finas, além de estimular a renovação do colágeno que dá melhor firmeza à pele.





Comentários do Facebook
0 Comentários do Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E aí você curtiu o post? Dê sua opinião!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *